AMIGO OU CO-FOUNDER? DICAS DE COMO EVITAR A GRANDE DECISÃO!



A mente humana trabalha de maneira tão espetacular que a cada minuto tempos várias e várias novas idéias, sendo que 99.9% delas logo são esquecidas, mesmo tendo o potencial para ser uma idéia espetacular. O fato é que logo que queremos colocar adiante uma nova idéia, no caso pode estamos a falar de um negócio (como um startup), é comum que ja começamos a planear aquela idéia de modo a tornar aquilo algo concreto, de modo que possa um dia se tornar realidade.

É muito natural que comente do projeto com algum amigo ou familiar e pergunta a essa pessoa o que acha, o que pode melhorar. Até ai esta perfeito, visto que a opinião de pessoas diferentes é de grande valia dentro de um projeto que ja esta para ser colocado no ar. O problema mesmo é quando esse familiar ou amigo começa a fazer parte do projeto de maneira mais íntima, de modo com que ele passa a se tornar quase o co-founder do novo negócio.

Para aprender sobre ele bastar clicar saiba mais e conferir tudo passa a passo.

amigos ou cofounders?

A partir deste momento você esta em uma posição um tanto quanto complicada, isso porque é ruim você chegar e dizer “Afaste-se do projeto, ele é meu, não seu”, porém de alguma forma tera que fazer e não existem meios de sair completamente ileso deste acontecimento, a menos que a pessoa entenda perfeitamente que o projeto é seu e que as idéias que ele deu também são suas, o que realmente é muito dificil de acontecer. Mas vamos la, vou dar algumas dicas de como sair dessa enrrascada.

ELE PODE SER UM BOM PARCEIRO
O primeiro passo é analisar este amigo ou familiar, ver suas qualidades, ver se ele se encaixa dentro daquilo que você precisa, quem sabe essa pessoa não pode se tornar um excelente parceiro, aquele que vai ajudar a alavancar seus negócios? Separei algumas perguntas a fazer e analisar esta pessoa para decidir se ele poderá ou não fazer parte do negócio:

Ele possui qualidades de um bom empreendedor? Tem que analisar se ele pensa como um empreendedor, não tem hora para sair mas tem para entrar. Também tem que ser ousado, tem que continuar mesmo quando tem apenas 1% de chances de dar certo.
Ele é capaz de desenvolver vários papéis dentro do negócio? Pense bem nas tarefas que são feitas todos os dias nessa sua nova empreitada e pense sobre quais papéis ele poderia desempenhar dentro do projeto. Quem sabe ele não exerce uma função que possa completar o seu time?
Ele é organizado, tem uma boa conduta social, entre outros aspectos relacionados? Analise como ele se porta perante as pessoas, se é educado, se é bem organizado. Um empreendedor desorganizado pode afundar um negócio e pior ainda aquele que tratar mal seus clientes.
Está gostando do artigos?

Que tal aprender a como aumentar o seu faturamento usando a internet e, de quebra, gastar muito menos?!

Email:

Pode ficar tranquilo, também sou contra spam ;)

TODAS AS IDÉIAS SÃO REALMENTE SUAS?
Pense bem em tudo que ele te ajudou, nas perguntas que você fez a ele, mas principalmente nas repostas. É importante pensar se este projeto, na etapa a qual se encontra, foi possível devido a suas idéias ou ele tem grande parte de culpa por o projeto estar dando certo? Se ele tiver dado muitas idéias e for um dos responsáveis pelo projeto estar caminhando bem, talvez seja bacana convida-lo ou acita-lo de vez na equipe. Afinal, se vieram algumas boas idéias, logicamente deve ter mais algumas guardadas por la. E um outro ponto a se pensar é que também não é nada inteligente “roubar” os créditos todo para sí.

PRONOMES
Uma dica bem interessante é verificar os pronomes utilizados pelo parceiro. Ele se refere ao projeto com “nós” ou “você”? Se ele ja estiver se incluindo, tente então mudar e voltar a utilizar o pronome “eu” em suas falas, talvez (e torça para que sim) a ficha caia e ele perceba que não tem o direito de fazer parte da empresa. Não pense nesse “não tem o direito” como algo agressivo, apenas é uma escolha sua. Como se diz “Amigos, Amigos, negócios a parte”.

A GRANDE DISCUSSÃO!
Esta é de muito longe a pior etapa a ser atingida, isso porque muitos corações serão feridos, sentimentos abalados. Mas se realmente chegar ao ponto de ter essa conversa, o meu conselho é que ai então você passe a ser o mais honesto possível. Procure debater todas as idéias dele, se você poderá utilizar elas da mesma maneira, ou se ele gostaria de vender. Caso queira poderá utilizar da mesma forma, ja que não possuem documentos provando a autenticidade da idéia, mas não seria nada bacana “passar a perna” em alguém, pior ainda em um amigo ou familiar. Você pode por fim perder uma amizade ou continuar com a mesma, mas o que realmente importa é que fique claro para os dois lados que o negócio é seu.

Tudo no Formula Negócio Online com Ales Vargas você aprende rápido

CONCLUSÃO
Posso em alguns momentos ter parecido um pouco duro, mas pense, é o futuro de uma empresa, e não um jogo de pique-esconde. É o futuro não somente de uma empresa, mas também de um profissional, nada pode estragar a felicidade de um empreendedor, aliás, se você for um empreendedor, provavelmente fará de tudo para que ninguém abale sua felicidade, afinal, você tem que ser um empreendedor de sucesso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *